Mais de 600 eventos celebraram ontem o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios


O Dia Internacional dos Monumentos e Sítios foi celebrado ontem, sob o mote “Património Cultural: de Geração para Geração”, com cerca de 600 atividades, organizadas por 540 entidades em 160 concelhos, divulgou a Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC).

 

A celebração, cujo mote foi dado pelo Conselho Internacional de Monumentos e Sítios (ICOMOS), aconteceu em pleno Ano Europeu do Património Cultural, para o qual a respetiva plataforma eletrónica regista “mais de 800 atividades programadas”.

 

Para a DGPC, estes números refletem a “ampla adesão do sector público e privado” à programação do ano Europeu do Património Cultural.

 

“A filosofia subjacente à celebração do Ano Europeu do Património Cultural em Portugal radica no envolvimento da sociedade civil à escala local, regional e nacional, cobrindo o vasto leque do património cultural”, afirma a DGPC, que define o seu papel, que é “o de lançar as bases para transformar esta celebração europeia num projeto altamente participado, com um programa aberto e em permanente atualização, desde 1 de Janeiro a 31 de Dezembro de 2018”.

 

O propósito, lembra a DGPC, é “reforçar a consciência da necessidade de preservação do património, assente no pressuposto de que é necessário conhecer para preservar e preservar para transmitir é, por isso, tarefa fundamental num presente assombrado por contradições e incertezas, em que a cultura pode constituir um capital fundamental para um futuro mais justo e mais diverso”, o que aliás a diretora-geral, Paula Araújo da Silva, tem afirmado em várias ocasiões, designadamente na cerimónia de apresentação do Ano Europeu, em Setembro último, no Museu de Arte Popular, em Lisboa.

 

E pode estender este Dia Internacional dos Monumentos e Sítios e visitar os ícones de referência nacional, vencedores do Portugal Cinco Estrelas 2018. Veja aqui

 

FreshMail.com